Umectação Capilar: Um jeito simples e barato de nutrir os cabelos

Olá queridas leitoras!

Todo mulher sonha, gasta horrores e  faz mil loucuras para ter um cabelo bonito e saudável, não é mesmo? Mas a primeira regra para conseguir este milagre é realizar os três passinhos mágicos chamados hidratação, nutrição e reconstrução. Nos erroneamente costumamos chamar o ato de passar creme no cabelo de fazer uma hidratação. Temos que entender que hidratar o cabelo é uma reposição hídrica dos fios, a nutrição é a reposição lipídica dos fios e a reconstrução trata-se de reconstruir os fios repondo proteínas perdidas como a queratina, por exemplo. Um cabelo ressecado precisa de hidratação; um cabelo com muito frizz, sem peso e sem brilho necessita de uma nutrição; e um cabelo poroso e/ou elástico, quebradiço, ou que tenha passado por algum procedimento químico, precisa de reconstrução. Falei sobre isto neste post aqui.

Como disse anteriormente, TODO cabelo precisa passar por estas três etapas, até mesmo um cabelo virgem, o que diferencia um cabelo de outro, é a quantidade de cada tratamento para cada caso específico. Um cabelo mais saudável pode se dar ao luxo de realizar cada etapa uma vez por mês, outros necessitam de realizar as três etapas semanalmente. O ideal é que pelo menos uma vez por semana seja feita uma hidratação ou nutrição, e uma vez por mês uma reconstrução. Daí você me pergunta, mas como fazer isto? Primeiramente identificando a principal função da máscara de tratamento, umas são meramente hidratantes, outras nutritivas (geralmente as que contém óleos, manteigas como a de Karité, tutato) e as máscara reconstrutoras (que contém queratina, aminoácidos, colágenos), esta última etapa pode ser feita também com kits profissionais, cauterizações, reconstrução capilar feita em salões e etc.

Encontrar máscaras de hidratação e reconstrução (ou ainda os famosos kits de cauterização) são mais fáceis que encontrar máscaras de fato nutritivas. No post anterior falei sobre o Óleo de Coco e disse que ele podia ser usado em umectações. Mas o que é uma umectação? Por isso resolvi fazer este post para mostrar pra vocês o por quê dela ser uma boa opção para nutrir os cabelos, que pode ser perfeitamente feita em casa, de uma maneira simples e barata.

A umectação é o famoso banho de óleo. Ela é indicada para cabelos crespos, afros, cacheados, quimicamente tratados, ressecados, alisados e cabelos que precisam de reposição de nutrientes. A primeira coisa que você irá precisar é de um óleo. Mas calma, não pode ser qualquer óleo. Porque a primeira regra fundamental da umectação é exatamente usar produtos 100% vegetais e naturais, livre de conservantes e processos químicos. Se tiver qualquer menção a esses ativos no rótulo, por favor, não usem: óleo mineral, vaselina líquida, parafina líquida, mineral oilpetrolatumparaffinum liquidum. O óleo tem que ser virgem ou extra virgem, significa que ele foi prensado a frio,  extraído sem passar por refinamento e por mistura com outros óleos.Você pode usar :

  • Óleo de Semente de Uva – Acelera o crescimento dos fios deixando-os mais fortes e brilhantes. Por ter uma textura leve, ele não deixa o cabelo com um aspecto pesado. Por esse motivo, poderá ser aplicado em todos os tipos de cabelos.
  • Óleo de Coco - É um ótimo hidratante e tem alto poder de penetração na cutícula do fio, por isso é indicado para fios ressecados. Controla o frizz e elimina as pontas duplas, além de deixar os cabelos mais maleáveis e fáceis de pentear. Rico em ácidos graxos e vitamina E, também é uma ótima opção para quem quer fazer uma hidratação profunda. Suas propriedades restauram a estrutura dos fios, proporcionando equilíbrio aos cabelos danificados.
  • Óleo de Jojoba – Indicado para qualquer tipo de cabelo, dá brilho aos cabelos, combate a caspa e a queda. Desentope o bulbo capilar, ajudando quem tem couro cabeludo oleoso.
  • Óleo de Macadâmia  - Contém ômega 7 que envolvem as fibras capilares, evitando assim a perda de água natural, mantendo a hidratação por muito mais tempo. Deixa os cabelos maleáveis e controla o frizz.
  • Óleo de Urucun - Retirado de uma planta originária da Amazônia, esse óleo protege os cabelos dos raios UV (ultravioleta).
  • Óleo de Rícino - Dá força e estimula o crescimento dos cabelos.
  • Óleo de Argan - Extraído de uma árvore natural do Marrocos é um excelente hidratante que promete deixar os fios mais brilhosos e macios. Possui propriedades hidrofóbicas, os cabelos ficam livres dos fiozinhos arrepiados e do efeito frizz.
  • Óleo de Abacate – É rico em vitaminas A e E. Por isso é um poderoso antioxidante, que inibe a formação de radicais livres, ajudando a diminuir os sinais do envelhecimento, o que garante hidratação e nutrição profunda aos fios.
  • Óleo de Linhaça – Hidrata, dá brilho e combate o frizz.
  • Óleo de Amêndoas Doces
  • Óleo de Gergelim
  • Óleo de Gérmen de Trigo
  • Azeite de Oliva – É Anti Oxidante Natural, tem propriedade emoliente que confere brilho e Hidratação aos fios.
  • Manteigas de cacau, de cupuaçu, de karité, dentre outras.

Escolhido o óleo a ser usado, existem três opções para realizar o procedimento:

UMECTAÇÃO CAPILAR APÓS O SHAMPOO

  1. Lave os cabelos com o shampoo de sua escolha e enxague;
  2. Retire o excesso de água dos fios com auxílio de uma toalha.
  3. Separe o cabelo em mechas, aplique o óleo mecha a mecha massageando os fios. Vá desembaraçando os fios com a ajuda de um pente de dentes largos, lembrando que os cabelos ficam mais frágeis quando estão molhados, por isso penteie os cabelos devagar e com cuidado para não quebrar os fios.
  4. Feita a aplicação do óleo em todo o cabelo coloque uma touca térmica e deixe agir em torno de 1 a 2 horas.
  5. Depois retire o óleo do cabelo com água morna ou fria e passe um condicionador. Caso ainda sinta resíduos de óleo nos cabelos após enxaguar o condicionador, repita a operação, será ele quem tirará os resíduos de óleo dos fios e selará as cutículas para que os nutrientes não se percam.

UMECTAÇÃO CAPILAR FRANCESA

  1. Esquente a quantidade de óleo necessária para o cabelo todo em banho maria ou esquente no microondas até fica morno, veja bem é MORNO e não quente, fervendo;
  2. Após mornar o óleo, divida o cabelo em partes e vá enluvando mecha a mecha aplicando o óleo;
  3. Terminada a aplicação do óleo em todo o cabelo, deixe agir por 1 ou 2 horas com uma toca comum, pode ser aquela de banho mesmo;
  4. Passado o tempo de pausa retire todo óleo dos cabelos com água, passe um shampoo e um condicionador de sua preferência.

UMECTAÇÃO CAPILAR NOTURNA

  1. Antes de dormir aplique o óleo mecha a mecha massageando os fios. Para este procedimento não é necessário esquentar o óleo, apenas se for de sua preferência;
  2. Após aplicar o óleo no cabelo todo, coloque uma touca, sacola plástica, enfim, algo que impedirá que suje sua roupa de cama durante o sono;
  3. Ao acordar no dia seguinte, lave os cabelos como de costume com shampoo e condicionador de sua preferência, atente para retirar bem o óleo do cabelo na lavagem.

Como podemos conferir, todas as três maneiras são bem simples de fazer. Na primeira opção, as cutículas são abertas usando o shampoo para que os nutrientes do óleo penetrem nos fios; na segunda opção, assim como o shampoo, o óleo por estar morno, também abre a cutícula do fio para que os nutrientes sejam absorvidos pelo cabelo, não necessitando da lavagem prévia com o shampoo. Já na terceira opção, estudos recentes mostram que ao dormirmos, as cutículas do fio se abrem, sendo assim, o fio está pronto para receber os nutrientes do óleo, é nesta teoria que se baseia todos os cremes de tratamento noturnos.

Tanto a Umectação Capilar Francesa e a Noturna, os fios devem estar secos. cuidado para não exagerar na quantidade aplicada, assim como com qualquer creme de hidratação, não é para enxarca os cabelos, deixá-los pingando de óleo. Quem tem o cabelo oleoso ou o coro cabeludo oleoso deve tomar cuidado pois pode pesar os fios. Se depois de retirar o óleo você sentir que o cabelo ficou mega pesado é porque você exagerou na quantidade e/ou não retirou totalmente o óleo do cabelo, as duas últimas opções são boas por causa disto, pois dá pra retirar bem o óleo com o shampoo.

Você pode encontrar esses tipos de óleos vegetais em lojas de produtos naturais, lembrando que não deve-se usar óleos minerais, pois estes, em vez nutrir os fios, ele apenas formam uma capa em torno do fio impedindo que o cabelo absorva todos os nutrientes do óleo, não adiantando em nada o procedimento. E não se esqueça, tem que ser EXTRA VIRGEM.

Encontrei algumas lojas de produtos naturais virtuais que vendem os óleos:

  • Aroma Luz – Neste site você encontra diversos óleos, como o de linhaça, o de uva, abacate, girassol, jojoba. Os preços variam bastante entre dez reais e cento e pouco, lembrando que são óleos que podem ser utilizados na sua alimentação e que trazem diversos benefícios a saúde.
  • I am Natural Shop – Tem menos opções de óleos, os preços variam entre 18 a 30 reais.
  • Óleo de Coco da Copra  – Site da Copra, marca que comercializa o óleo de coco Copra

Espero que tenham gostado do post. Estou doida para comprar o Óleo de Coco, pois além de ser excelente para nutrir os fios, é um mega aliado com combate ao peso.

Beijos

E até a próxima!

Cecília Senra


Hidratação, nutrição e reconstrução. Três passos para um cabelo saudável.

Muitas vezes no anseio de estar com um cabelo bonito e saudável saímos comprando um monte de produtos e acabamos não percebendo a diferença entre eles e sua real função. O primeiro passo para se ter um cabelo bonito e saudável é identificar suas reais necessidades.

É exatamente por falta desta análise do que seu cabelo realmente precisa, é que muitas vezes gastamos dinheiro com cremes e mais cremes e acabamos não ficando satisfeitas com o resultado. Ficamos morrendo de raiva do produto, e, na maioria dos casos, a culpa não é dele.

A primeira informação a saber é que todo cabelo precisa passar pelas três etapas: hidratação, nutrição e reconstrução. A diferença é que uns precisam mais de uma etapa do que de outra, por exemplo, um cabelo com química (descoloração, alisamentos e progressivas) terá que ter mais reconstruções em tempos espaçados, do que um cabelo sem química, desta forma o cabelo com quimica terá que receber uma reconstrução uma vez por semana ou de 15 em 15 dias, já um cabelo mais saudável, apenas uma vez por mês, mas hidratação e nutrição semanal deve ser regra para todos os tipos de cabelo, se você quiser um cabelo saudável.

A segunda informação a saber é que nunca se deve partir direto pra reconstrução sem que antes você tenha feito uma hidratação e uma nutrição nos cabelos.

Então vamos lá para as diferenças entre Hidratação, Nutrição e Reconstrução:

  • Hidratação Simples – trata-se de uma reposição hídrica nos cabelos.
  • Nutrição Capilar – é uma reposição lipídica dos cabelos.
  • Reconstrução Capilar – é uma reposição proteica.

Você pode identificar qual produto se encaixa em qual função da seguinte maneira:

Hidratação

Hidratação com creme de massagem capilar simples. A máscara de hidratação não precisa ser cara e as baratinhas de farmácia cumprem muito bem esta função. As da Novex, da Seda e da Pantene, dentre outras, são excelentes para isso.

Nutrição

Produtos a base de manteiga de cacau, de cupuaçu, de Karité, tutano, óleo de argan, o óleo de abacate, de semente de uva e de girassol.

Reconstrução Capilar

Máscaras reconstrutoras são compostas por queratina, creatina, cistina, colágeno, aminoácidos e outras proteínas que irão selar as cutículas, diminuindo a porosidade dos fios, fortalecendo o cabelo e repondo a massa capilar.

Mas atenção, volto a frisar, você deve fazer primeiro uma hidratação simples com um creme para esta finalidade, depois uma nutrição, e só após, realizar uma reconstrução.

Vou passar um cronograma simples destas etapas:

1°Semana

Hidratação
Hidratação
Nutrição

2°Semana

Hidratação
Hidratação
Nutrição

3°Semana

Hidratação
Hidratação
Nutrição

4°Semana

Hidratação
Reconstrução

Depois que você sentir seu cabelo mais saudável, você pode diminuir a quantidade de hidratação, nutrição, mas a reconstrução é valido realizá-la pelo menos uma vez por mês.

Como identificar cada problema do cabelo?

  • Quando o cabelo precisa de hidratação – Quando ele está opaco e sem elasticidade.
  • Quando o cabelo precisa de nutrição – Todo cabelo precisa de nutrição, mas é fácil perceber que está na hora de nutrir quando os fios estão com muito frizz, sem peso e sem brilho A nutrição vai repor o equilíbrio lipídico e proteger os cabelos através de substâncias umectantes e emolientes.
  • Quando o cabelo precisa de reconstrução –  quando a estrutura da fibra capilar é danificada após procedimentos químicos, ou devido aos desgastes ambientais, ou  por causa do uso chapinhas e escovas, que resultaram em perda de massa capilar.

Aí vão algumas sugestões de máscaras:

Estas máscaras são sugestões e tem opção pra todo tipo de bolso, desde as mais baratas, com custo benefício ótimo, até as mais caras, que todos sabemos que realmente são ótimas. Mas não poder comprá-las não é desculpa pra ninguém deixar de cuidar dos cabelinhos, temos ótimas marcas nacionais que apresentam um resultado bacana também.

Agora que vocês já sabem a diferença entre hidratação nutrição e reconstrução, ficou mais fácil cuidar das madeixas né. Experimente pelo menos por um mês fazer o esquema das três que você notará sim uma diferença no seu cabelo.

A palavra chave pra saber se o que você está comprando vai ser útil, é ler o rótulo do produto, e através de seus componentes você conseguirá identificar sua função.

Me contem o que acharam do post ok!

E aí tem alguma outra máscara que não apareceu aqui que vocês indicariam?

Beijos e ótimo final de semana a todos que me visitam.

 


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 900 outros seguidores